Monges do "Mosteiro das Grutas" resistem à ordem de expulsão da Ucrânia

Crentes no "Mosteiro das Grutas"
Crentes no "Mosteiro das Grutas" Direitos de autor Andrew Kravchenko/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Clérigos resistem à ordem do governo de Kiev e lutam nos tribunais

PUBLICIDADE

Determinados a resistir, os monges ortodoxos expulsos do mosteiro de Lavra Kiev-Pechersk recusam-se a partir. O governo ucraniano acusou-os de apoiar Moscovo e de manter ligações com a Igreja Ortodoxa Russa e ordenou aos clérigos que abandonassem o local, o mais tardar até à última quarta-feira.

Os religiosos afirmam estar na posse de uma carta da ONU, segundo a qual poderão permanecer no local enquanto decorrerem as ações em tribunal.

As autoridades afirmam que os monges violaram o contrato de arrendamento ao fazerem alterações ao local histórico, o que é negado pelos clérigos.

A disputa sobre o local ortodoxo mais venerado da Ucrânia é parte de um conflito religioso mais vasto que se desenrola em paralelo com a guerra.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Monges ortodoxos desafiam governo da Ucrânia e recusam-se a abandonar mosteiro

Mosteiro ortodoxo de Kiev no centro da polémica

Operação de contraespionagem ucraniana em mosteiro milenar da Igreja Ortodoxa