EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Mosteiro ortodoxo de Kiev no centro da polémica

Monges caminham junto ao mosteiro Pechersk Lavra
Monges caminham junto ao mosteiro Pechersk Lavra Direitos de autor SERGEI SUPINSKY/AFP or licensors
Direitos de autor SERGEI SUPINSKY/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades ucranianas ordenaram expulsão de monges mas responsáveis do mosteiro dizem ter-se distanciado do Patriarcado de Moscovo

PUBLICIDADE

O principal mosteiro ortodoxo da Ucrânia, Pechersk Lavra, em Kiev, está no centro de novas tensões no contexto da invasão russa da Ucrânia.

As autoridades ucranianas ordenaram a expulsão dos monges da Igreja Ortodoxa Ucraniana que, até recentemente, estavam sob a jurisdição do patriarcado de Moscovo.

Os responsáveis do mosteiro afirmam ter-se distanciado da Igreja Ortodoxa Russa depois do líder, o patriarca Kirill, ter apoiado a invasão russa da Ucrânia.

Avel, monge do mosteiro Pechersk Lavra:"Há séculos que pertencemos à igreja, que tem o seu próprio início e patriarca... Fazer de nós uma espécie de agentes estrangeiros ou inimigos, não é a verdade. Este é o nosso povo, a nossa terra e o nosso Lavra."

Os monges afirmam "não ter intenção de mover-se", mas jornalistas no local dizem ter visto vários veículos a sair do mosteiro.

A Ucrânia estabeleceu recentemente a sua própria Igreja Ortodoxa, que não é reconhecida pelo Patriarcado de Moscovo.

No Vaticano, o papa Francisco apelou ao respeito pelos lugares de culto de todas as confissões na Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Monges do "Mosteiro das Grutas" resistem à ordem de expulsão da Ucrânia

Ucrânia denuncia novo ataque russo contra infraestruturas energéticas

Familiares de soldados ucranianos em cativeiro protestam em Kiev