Agricultores romenos e búlgaros queixam-se da Iniciativa de Grãos do Mar Negro

Agricultores queixam-se que não conseguem escoar produção
Agricultores queixam-se que não conseguem escoar produção Direitos de autor Efrem Lukatsky/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Iniciativa de Grãos do Mar Negro permite que Kiev exporte os seus cereais, mas a produção ucraniana está a inundar países como a Bulgária e a Roménia, fazendo cair os preços locais.

PUBLICIDADE

A Iniciativa de Grãos do Mar Negro permite que Kiev exporte os seus cereais, mas a produção ucraniana está a inundar países como a Bulgária e a Roménia, fazendo cair os preços locais. 

Alguns agricultores, como o búlgaro Stanimir Stanchev, dizem que estão no ponto de rutura: "Não vendi 30-40 por cento da produção e talvez eu seja um dos poucos sortudos com uma percentagem tão pequena."

Para tentar compensar as perdas, a Comissão Europeia concedeu uma compensação financeira aos produtores de cereais romenos, no total de 10 milhões de euros.

"O cálculo da Comissão Europeia para conceder uma quantia muito pequena à Roménia para todos os grãos armazenados a nível nacional não é satisfatório. A produção obtida pelos agricultores romenos foi levada em consideração, mas os agricultores enfrentaram uma grave seca que afetou as colheitas agrícolas entre 60% a 100%", diz um agricultor romeno. 

Os governos ucraniano e romeno concordaram em trabalhar juntos para encontrar soluções. O presidente romeno diz que os ministérios da agricultura dos dois países estão a criar uma task force.

"Temos facilitado a passagem dos grãos deles. E continuaremos a fazer isso. Nem cobramos taxas, nem cobramos impostos por isso. Mas essa ajuda é destinada à Ucrânia e não podemos aceitar, em hipótese alguma, que isso se vire contra os agricultores romenos", diz o presidente romeno, Klaus Iohannis.

Este problema tem gerado protestos nos Balcãs e na Polónia. Os agricultores dizem que querem mostrar-se solidários com a Ucrânia, mas não à custa dos seus meios de subsistência.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mansão do rei Carlos III na Roménia reabriu ao público

Roménia proíbe as salas de jogo nas pequenas cidades e aldeias

Partidos de direita da Roménia juntam esforços para campanha às europeias