EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Massacre no Burkina Faso cometido por homens que vestiam uniformes do exército

Soldado do Burkina Faso em 2021
Soldado do Burkina Faso em 2021 Direitos de autor AP Photo/Sam Mednick, Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Sam Mednick, Arquivo
De  euronews com Agência Lusa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pelo menos 60 civis foram mortos numa aldeia no norte do Burkina Faso por homens que envergavam uniformes do exército do país.

PUBLICIDADE

Pelo menos 60 civis foram mortos numa aldeia no norte do Burkina Faso por homens que envergavam uniformes do exército do país.

Num comunicado, o procurador-geral da região de Ouahigouya, Lamine Kaboré, disse ter sido informado pela polícia que na aldeia de Karma, na província de Yatenga, "cerca de 60 pessoas teriam sido mortas por pessoas vestindo uniformes" das forças armadas do Burkina Faso, na quinta-feira.

Moradores citados pela agência de notícias France-Presse disseram que "mais de uma centena de pessoas em motocicletas e carrinhas de caixa aberta invadiram a aldeia de Karma na quinta-feira. Dezenas de homens e jovens foram executados por esses homens vestidos com uniformes militares".

Os sobreviventes referiram um número mais elevado de vítimas mortais: "cerca de 80 mortos".

Há também feridos, que estão a ser tratados, segundo o procurador, nas "estruturas de saúde".

Lamine Kaboré deixou um apelo a todos os que tiverem informação" sobre o ataque e acrescentou que "os autores destes factos teriam levado diversos bens".

A aldeia de Karma fica a cerca de 40 quilómetros de Aorema, perto da fronteira com o Mali, e atrai muitos garimpeiros ilegais.

Na quinta-feira, a junta militar no poder no Burkina Faso abriu investigações a alegadas violações dos direitos humanos pelas forças de segurança após a divulgação de um vídeo que sugere uma execução extrajudicial de sete crianças numa base militar fora da cidade de Ouahigouya.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos três mortos em tiroteio durante marcha pela paz no Paquistão

Houthis do Iémen fazem ataque mortífero com drone em Telavive

Houthis atacam navio no Mar Vermelho com drone