Cessar-fogo mantém-se em Gaza mas confrontos continuam na Cisjordânia

Exército israelita acusa militantes palestinianos de terem disparado um rocket contra o sul de Israel
Exército israelita acusa militantes palestinianos de terem disparado um rocket contra o sul de Israel Direitos de autor Fatima Shbair/Copyright 2023, The AP. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um palestiniano foi morto esta segunda-feira na Cisjordânia por soldados israelitas, de acordo com o Ministério da Saúde palestiniano. No domingo à noite, o exército israelita acusou os militantes palestinianos de terem disparado um rocket contra o sul de Israel.

PUBLICIDADE

Enquanto a calma parece ter voltado a Gaza, os confrontos continuam na Cisjordânia.

Um palestiniano foi morto esta segunda-feira na Cisjordânia por soldados israelitas, segundo informou o Ministério da Saúde palestiniano.

No sábado, Israel e grupos armados palestinianos na Faixa de Gaza acordaram um cessar-fogo, após cinco dias de escalada do conflito, que causou 35 mortos, a maioria dos quais habitantes de Gaza, bem como danos consideráveis na zona palestiniana.

"Não há emprego, nem casa, nem vida estável, nem segurança, nada. O que lhes fizemos? Nada. Somos apenas pessoas pobres. Se eles querem atacar uma casa, que a ataquem só a ela. Porquê destruir todo o bairro? Porquê?", diz Mai Sarson, cuja casa foi destruída pelos ataques israelitas.

Israel reabriu as suas duas passagens para Gaza. O encerramento tinha afetado palestinianos com autorizações de trabalho ou permissão para efetuar tratamentos médicos essenciais não disponíveis no território. A abertura também permitiu a entrada de camiões de combustível que agora podem abastecer a central elétrica de Gaza.

No domingo, os habitantes de Ashkelon, no sul de Israel, desfrutaram da praia, depois de uma chuva de rockets vinda de Gaza na semana passada os ter levado a refugiar-se em abrigos.

Mas domingo à noite, o exército israelita acusou os militantes palestinianos de terem disparado um rocket contra o sul de Israel, menos de 24 horas após ter sido declarado o cessar-fogo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Violento confronto na Cisjordânia faz pelo menos três mortos

Israel diz ter matado três membros do Hamas num hospital na Cisjordânia

Forças israelitas terminam operações no norte de Gaza