Oposição vence as eleições legislativas na Tailândia

Pita Limjaroenrat, líder do partido "Em Frente", que ganhou as eleições na Tailândia
Pita Limjaroenrat, líder do partido "Em Frente", que ganhou as eleições na Tailândia Direitos de autor AP Photo/Sakchai Lalit
De  Maria Barradas com Agências
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Para os analistas, o resultado eleitoral na Tailândia é um terramoto político. Um "golpe eleitoral" no regime militar que governa o país desde 2014.

PUBLICIDADE

A oposição ganhou as eleições na Tailândia e o líder do partido "Para a Frente", que alcançou 14 milhões de votos e 151 lugares no parlamento, diz-se pronto a formar governo.

Pita Limjaroenrat, empresário, de 42 anos, diz que fará uma coligação de seis partidos.

"O povo da Tailândia expressou o seu desejo e estou disposto a ser o primeiro-ministro de todos, quer estejam de acordo comigo ou não. Felicitei a líder do partido Pheu Thai, [a filha do antigo primeiro-ministro, Thaksin Shinawatra] e convidei-a para se unir à coligação governamental, que terá outros cinco partidos da antiga oposição".

Nesta mensagem no Twitter deixada aos tailandeses, Limjaroenrat escreveu: "(...) Estou pronto para ser o 30° primeiro-ministro da Tailândia. Temos os mesmos sonhos, as mesmas esperanças e acreditamos que a Tailândia que amamos pode ser melhor. A mudança é possível se começarmos a fazê-la a partir de hoje (...) Os nossos sonhos e esperanças são bastante simples e diretos”.

A vitória deste novo partido progressista é vista pelos analistas como um terramoto político.

É uma mudança significativa na opinião pública e um cartão vermelho aos dois partidos militares que formam o governo desde o golpe de estado de 2014.

A coligação governamental obteve apenas 15% dos lugares.

O cientista político, Prajak Kongkirati, da Universidade deThammasat, diz: "A maioria dos votos reflete a necessidade de escapar ao 'regime de Prayuth' e o desejo de mudança".

Nas redes sociais tailandesas sucedem-se as mensagens dos apoiantes de Pita Limjaroenrat, que descrevem a vitória do partido "Em Frente" como um "vento de mudança" e o "amanhecer de uma nova era".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Maus Estudantes" querem reforma do ensino na Tailândia

Antigo primeiro-ministro tailandês Thaksin Shinawatra está em liberdade condicional

Israel acolhe banda russa anti-Kremlin expulsa da Tailândia