EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Milão despediu-se de Silvio Berlusconi

Funeral de Berlusconi realizou-se esta quarta-feira
Funeral de Berlusconi realizou-se esta quarta-feira Direitos de autor Rossella Papetti/LaPresse
Direitos de autor Rossella Papetti/LaPresse
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O funeral do ex-primeiro-ministro italiano realizou-se, esta quarta-feira, em Milão, a cidade de Berlusconi. A Euronews ouviu os milaneses sobre a morte de Silvio e o futuro do país sem ele.

PUBLICIDADE

Milão foi a cidade onde nasceu e também onde morreu Silvio Berlusconi. Foi nesta cidade italiana onde começou a carreira como promotor imobiliário antes de criar um império mediático. Esta quarta-feira, dia do seu funeral, perguntámos aos milaneses a sua opinião acerca do ex-primeiro-ministro e como vêem o futuro do país sem ele.

“Acho que ele era uma pessoa muito empática com as outras pessoas. Sua maior falha foi o facto de que, como chefe de Estado, ter construído uma má reputação para o país”, diz uma habitante de Milão.

A morte de Berlusconi põe em risco o futuro do seu partido político e do governo italiano.

"Algo terá que acontecer. Alguém terá que assumir os seus eleitores. Mas acho que as coisas já mudaram. Giorgia Meloni parece ter entendido o estilo de comunicação de Berlusconi. Ela já aprendeu a sua forma de fazer política”, comenta outro habitante.

Berlusconi continua a dividir opiniões. O seu funeral atraiu milhares de pessoas. Alguns dos habitantes que se reuniram na Piazza Duomo têm boas lembranças dele.

“Por mais que não tenha agradado a todos os italianos do ponto de vista político, do pinto de vista humano, como pessoa, foi alguém que deu muito à cidade de Milão”, realça um jovem.

"Parece que os italianos têm sentimentos contraditórios sobre Silvio Berlusconi e o seu legado, embora aqui, em Milão, as coisas sejam um pouco diferentes. O vínculo entre Silvio Berlusconi e a cidade onde ele nasceu e as suas pessoas sempre foi forte. Ele é visto como alguém que fez muito pela cidade e isso vê-se nas muitas pessoas que aqui vêm prestar homenagem ao ex-primeiro-ministro. E foi aqui onde, de facto, a família de Berlusconi decidiu celebrar o seu funeral", conclui a enviada da Euronews a Milão, Giorgia Orlandi.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Meloni procura reforma constitucional para eleição direta do primeiro-ministro

Câmara de Itália rejeita moção de desconfiança contra Matteo Salvini e Daniela Santanchè

Elon Musk convidado para a festa de fantasia de Giorgia Meloni