EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Escândalo em lares de idosos e deficientes faz cair dois ministros

Residente num lar na Roménia ajudado a entrar no edifício, em Costesti
Residente num lar na Roménia ajudado a entrar no edifício, em Costesti Direitos de autor AP Photo/Andreea Alexandru/Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Andreea Alexandru/Arquivo
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Titulares das pastas da Família e do Trabalho renunciam após revelação dos apelidados "asilos do horror", mas um deles denuncia perseguição política

PUBLICIDADE

A ministra da Família e o ministro do Trabalho demitiram-se do governo da Roménia cerca de 10 dias após a revelação de um escândalo em asilos para idosos e deficientes, onde dezenas de utentes foram descobertos pelas autoridades em situações degradantes.

Um dos asilos alvo das investigações tentou inclusive esconder uma dezena de utentes das visitas das autoridades.

Gabriela Firea, a ministra da Família, foi diretamente ligada ao caso devido ao marido, Florin Pandele, presidente da câmara de Voluntari, onde os asilos foram descobertos, e ao principal responsável pelo escândalo, Stefan Godei, dono de dois dos já apelidados "asilos dos horrores", que já havia trabalhado para Firea antes de ela entrar para o executivo e era inclusive visita de casa do casal. A ligação entre os três terá pelo menos oito anos.

Stefan Godei foi detido preventivamente, por 30 dias, após a descoberta dos "asilos do horror", nos quais os utentes fora descobertos privados de higiene ou agredidos, enquanto o dono fazia vida de rico com o dinheiro recebido dos clientes, noticiou o portal "Gandul".

Pelas redes sociais, Gabriela Firea disse ser inocente e estar a ser vítima de uma campanha de difamação para a impedir de se candidatar pelo Partido Social Democrata (PSD) da Roménia à autarquia da capital, Bucareste. 

A ex-ministra garante não ter qualquer ligação ao escândalo e que até se afastou de Godei quando o caso foi revelado. Firea suspendeu também o mandato como presidente da braço regional do PSD em Bucareste.

O ministro da Investigação, Inovação e Digitalização, Bogdan-Gruia Ivan, foi nomeado pelo primeiro-ministro Marcel Ciolacu para assumir de forma interina a pasta da Família e o Presidente Klaus Iohannis assinou o decreto que confirmou a troca.

Na quinta-feira, já o ministro do Trbalho, Marius Budai, tinha renuciado ao cargo após ter sido acusado de negligenciar as denúncias dos maus tratos cometidos em asilos.

Outras fontes • Gandul, Digi24

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin substitui ministro da Defesa. Shoigu será secretário no Conselho de Segurança da Rússia

Primeiro-ministro da Escócia demite-se

Análise: “Por detrás da decisão de Sánchez está uma estratégia de preparação para as eleições”