EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Comunidade internacional reage ao fim do acordo de cereais

Rússia anunciou fim do acordo de cereais
Rússia anunciou fim do acordo de cereais Direitos de autor Efrem Lukatsky/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Efrem Lukatsky/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente turco e a União Europeia já reagiram à decisão anunciada pela Rússia.

PUBLICIDADE

O fim do acordo sobre a exportação de cereais ucranianos anunciado pela Rússia provocou uma onda de reações na comunidade internacional. 

O presidente turco, um dos mediadores do pacto conseguido há um ano, recusa-se a atirar a toalha ao chão. "Apesar da declaração de hoje, acredito que o presidente da Federação Russa, meu amigo Putin, deseja que esta ponte humanitária continue", declarou Recep Tayyip Erdogan.

A reação da União Europeia não se fez esperar, nomeadamente através da voz do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel. "Este acordo, em conjunto com uma iniciativa europeia de solidariedade, está a ajudar a garantir que os países mais vulneráveis têm acesso aos cereais e aos fertilizantes de que precisam para a população, e por isso apoiamos integralmente todos os esforços de António Guterres para que a continuidade deste acordo seja garantida”.

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, disse que a decisão da Rússia é injustificável e que transforma a fome das pessoas numa arma de guerra.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cereais no Mar Negro ameaçados pelo Kremlin apesar de cedência da ONU

Diplomacia tenta convencer Rússia a prolongar acordo de cereais com Ucrânia

Líderes dos rivais regionais Grécia e Turquia reúnem-se para estreitar relações