EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Politólogo russo Boris Kagarlitsky indiciado “por apelos públicos ao terrorismo"

Caso traduz um novo episódio de repressão à dissidência na Rússia.
Caso traduz um novo episódio de repressão à dissidência na Rússia. Direitos de autor SYKTYVKAR CITY COURT VIA AFP
Direitos de autor SYKTYVKAR CITY COURT VIA AFP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Kagarlitsky foi detido e colocado em prisão preventiva pelo menos até 24 de setembro e arrisca uma pena de prisão de até sete anos.

PUBLICIDADE

O politólogo e sociólogo russo Boris Kagarlitsky foi indiciado por "apelos públicos ao terrorismo", com recurso à Internet.

A informação foi avançada, esta quarta-feira, pelo advogado do mesmo.

Traduz um novo episódio de repressão à dissidência na Rússia.

Professor na Alta Escola de Ciências Económicas e Sociais de Moscovo (HSE), Kagarlitsky foi detido e colocado em prisão preventiva pelo menos até 24 de setembro e arrisca uma pena de prisão de até sete anos.

O politólogo rejeita todas as acusações de que é alvo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque no Daguestão faz pelo menos seis mortos e 12 feridos

Tribunal russo condena soldado americano a quase quatro anos de prisão por roubo

Jornalista norte-americano Evan Gershkovich vai ser julgado na Rússia por espionagem