EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mais cheias na Noruega, mais calor extremo em Espanha

Central de Braskereidoss, na Noruega, após o colapso parcial
Central de Braskereidoss, na Noruega, após o colapso parcial Direitos de autor Annika Byrde/Annika Byrde / NTB
Direitos de autor Annika Byrde/Annika Byrde / NTB
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Portugal, 70 concelhos enfrentam perigo máximo de incêndio

PUBLICIDADE

As autoridades norueguesas estão a planear novas evacuações, à medida que o nível da água em vários rios e lagos continua a subir no sudeste do país. 

A chuva torrencial trazida pela tempestade Hans provocou cheias que invadiram inúmeras localidades, o que obriga muitos residentes a abandonarem as suas casas.

"Acabei de receber uma mensagem para sairmos imediatamente. É a mesma para todas as casas e edifícios junto ao rio. Estamos num declive, por isso temos medo de que haja deslizamentos de terras", contava uma residente.

Na Croácia, o caudal do rio Drava atingiu um máximo histórico, levando os militares a erguerem barreiras artificiais.

Já em Espanha, o problema é o calor extremo, depois de a cidade de Valência ter registado quase 47 graus de temperatura (46,8°). Aqui e em Murcia mantém-se o alerta vermelho, nesta que já é a terceira canícula deste verão.

Em Portugal, o Instituto do Mar e Atmosfera decretou em cerca de 70 concelhos, de norte a sul, o perigo máximo de incêndio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha: Sánchez quer que a comunidade internacional "exerça mais pressão" sobre Israel

Europa de extremos: onda de calor na Turquia, incêndios em Chipre e inundações em Espanha

O Supremo Tribunal mantém o mandado de captura de Puigdemont após a publicação da lei da amnistia