EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Equador despede-se de candidato presidencial assasinado durante comício eleitoral

Funeral de Fernando Villacencio, candidato às presidenciais do Equador
Funeral de Fernando Villacencio, candidato às presidenciais do Equador Direitos de autor AP Photo/Dolores Ochoa
Direitos de autor AP Photo/Dolores Ochoa
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Equador despede-se de candidato presidencial assasinado durante comício eleitoral

PUBLICIDADE

Os equatorianos despediram-se de Fernando Villavicencio, assassinado na quarta-feira. O candidato presidencial foi baleado em plena luz do dia durante um, discurso de campanha em Quito, na quarta-feira. 

O ex-deputado, que era também ativista e jornalista, era um reputado crítico dos cartéis e da corrupção, as investigações ligam o seu assassinato ao crime organizado. 

A família, e por questões de segurança, não participou na despedida pública Villavicencio.

Esta não foi uma tragédia isolada. Elas têm-se somado e, hoje, o Equador já não é considerado um país muito seguro. No mês passado um autarca foi morto, em fevereiro um candidato a presidente da câmara teve o mesmo fim.

O Equador está situado entre dois países - Colômbia e Peru - que são dos maiores produtores de cocaína.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Candidato a presidente do Equador assassinado a tiro enquanto saía de comício

Mais balas para a guerra do Equador contra a violência

Equador lança operações militares contra terrorismo