EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Populista Javier Milei surpreende com vitória nas primárias da presidencial argentina

Javier Milei celebra a vitória nas primárias da eleição presidencial argentina
Javier Milei celebra a vitória nas primárias da eleição presidencial argentina Direitos de autor ALEJANDRO PAGNI/AFP or licensors
Direitos de autor ALEJANDRO PAGNI/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A eleição presidencial argentina de outubro será disputada entre o populista ultraliberal-libertário Javier Milei, autor de um crescimento espetacular, a ex-ministra da Segurança, Patricia Bullrich, de direita, e o atual ministro da Economia, Sérgio Massa, centro-esquerda,

PUBLICIDADE

O populista de extrema-direita Javier Milei foi a surpresa das primárias das eleições presidenciais na Argentina, que vão acontecer em outubro. Aos 52 anos, o economista ultraliberal e libertário que se apresenta como o candidato antissistema, ficou em primeiro lugar com 30% dos votos.

Milei ficou à frente da ex-ministra da Segurança, Patricia Bullrich, direita, que, numa primária muito dividida à direita e onde bateu o chefe de governo da Cidade Autónoma de Buenos Aires, Horacio Larreta, centro-direita, arrecadou 28% dos votos.

O atual ministro da Economia, **Sérgio Massa,**centro-esquerda, venceu as primárias no campo do Governo, mas vem em 3º lugar "da geral" com 25% dos votos.

Nestas primárias, os argentinos pré-selecionaram partidos e candidatos para a próxima votação. Apesar da obrigatoriedade do voto, a mobilização de 69% está bem abaixo dos valores da participação de quatro anos atrás, refletindo o desencanto do eleitorado em um país atingido pela crise económica e pela inflação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Segunda volta da eleição presidencial na Argentina

Investigação sobre mulheres russas que viajam para a Argentina para dar à luz

Ex-polícia julgado por crimes da ditadura na Argentina