EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Rússia admite que avião de Prigozhin pode ter sido abatido

Funeral de Yevgeny Prigozhin
Funeral de Yevgeny Prigozhin Direitos de autor Dmitri Lovetsky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Dmitri Lovetsky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo o porta-voz de Vladimir Putin, a investigação vai continuar apenas a nível nacional.

PUBLICIDADE

Um dia depois do funeral de Yevgeny Prigozhin, o Kremlin declarou que o acidente de avião em que morreu o chefe do grupo Wagner pode ter sido um ato criminoso. Esta é uma das hipóteses que está a ser avaliada pelos investigadores russos. Para já, e segundo o porta-voz de Vladimir Putin, a investigação vai continuar apenas a nível nacional.

"Há diferentes versões que estão a ser consideradas, entre as quais a versão de que estamos a falar, digamos, de irregularidades deliberadas. Vamos esperar pelos resultados da investigação russa, que está a ser conduzida pelo Comité de Investigação", declarou esta quarta-feira Dmitry Peskov. 

Muitos líderes do ocidente acreditam que Putin está envolvido no acidente, e que se tratou de uma vingança pela tentativa de rebelião de Prigozhin. Os assessores de Putin rejeitam as desconfianças.

Yevgeny Prigozhin chegou a ser um aliado próximo do presidente. Mas nos últimos meses, passou a representar a maior ameaça com os sucessivos ataques à liderança militar de Moscovo e com as críticas sobre a forma como a Rússia lida com a invasão da Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque ucraniano mata seis pessoas na Rússia e na Crimeia

Ataque no Daguestão faz pelo menos seis mortos e 12 feridos

Líder do Grupo Wagner desafiou o Kremlin há um ano