EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Governos não têm nada a temer com o trabalho da Igreja"

Papa visita a Mongólia
Papa visita a Mongólia Direitos de autor Andrew Medichini/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Andrew Medichini/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Discurso de Francisco durante um encontro com missionários católicos na Mongólia, está a ser entendido como uma mensagem à China.

PUBLICIDADE

No segundo dia da visita à Mongólia, o Papa elogiou a tradição de liberdade religiosa do país e sublinhou os objetivos da Igreja.

Durante um encontro com missionários católicos, Francisco afirmou que os governos "não têm nada a temer com o trabalho de evangelização". A declaração está a ser entendida como uma mensagem para a China.

"Os governos e as instituições seculares não têm nada a temer com o trabalho de evangelização da Igreja, pois esta não tem qualquer agenda política a promover”, afirmou o Papa.

Francisco aproveita a visita de três dias à Mongólia para fazer uma incursão diplomática numa região onde a Santa Sé tem relações conturbadas há muito tempo, principalmente com a Rússia e com a china.

Na Mongólia, a Igreja Católica só tem uma presença autorizada desde 1992, depois de o país ter abandonado o governo comunista e ter consagrado a liberdade religiosa na sua Constituição.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa termina visita à Mongólia com inauguração da Casa da Misericórdia

Papa envia saudação ao "nobre" povo chinês

Papa Francisco diz que governos nada devem temer da Igreja Católica