EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Roménia constrói abrigos em partes de fronteira com Ucrânia

Bunkers têm 1,5 metros de altura e cerca de 10 metros de comprimento.
Bunkers têm 1,5 metros de altura e cerca de 10 metros de comprimento. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Decisão foi tomada depois de a região ter sido inundada com destroços de drones russos.

PUBLICIDADE

A Roménia começou a construir abrigos em partes da fronteira com a Ucrânia depois de a região ter sido inundada com destroços de drones russos.

Os habitantes de oito aldeias aldeias no delta do rio Danúbio foram alertados para irem para os bunkers de betão em caso de alerta das autoridades.

Dois destes bunkers, com 1,5 metros de altura e cerca de 10 metros de comprimento, foram instalados numa aldeia romena, perto da fronteira com a Ucrânia.

As autoridades dizem que não podem garantir a segurança das pessoas, se ficarem em casa.

“Estamos a falar de zonas de segurança que são muito mais seguras do que as casas das pessoas. Feitas de betão, protegem e as pessoas podem ficar lá por uma ou duas horas até que o alarme aéreo dispare", explicou Raed Arafat, responsável pelo departamento dos Serviços de Emergência.

Recentemente, registou-se um terceiro incidente que envolveu drones russos.

Desta vez, um helicóptero da Força Aérea romena realizou uma missão de reconhecimento e identificação.

Encontraram-se detritos a mais de 20 quilómetros da fronteira com a Ucrânia.

Os drones encontrados não foram detetados pelos radares.

Um relatório inicial do Ministério da Defesa Nacional mostra que em nenhum destes incidentes há provas de um ataque intencional à Roménia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ATACMS: o que são e o que podem mudar no conflito ucraniano?

Kiev fortalece posição para recuperar Bakhmut

Zelenskyy reúne-se com comunidade judaica ucraniana