EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Navios com cereais chegam a Odessa por corredor temporário no Mar Negro

Silos de cereais no porto marítimo de Odessa, Ucrânia
Silos de cereais no porto marítimo de Odessa, Ucrânia Direitos de autor Kostiantyn Liberov/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Kostiantyn Liberov/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Desde que a Rússia se tinha retirado do acordo para a exportação de cereais pelo Mar Negro que nenhum navio de carga civil atracava no porto ucraniano.

PUBLICIDADE

Pela primeira vez desde que a Rússia abandonou o acordo dos cereais, dois navios de carga civis atracaram, este sábado, em Odessa, no sul da Ucrânia.

As embarcações, com quase 20 mil toneladas de trigo destinados aos continentes africano e asiático, puderam chegar ao porto de Chornomorsk, graças a um corredor temporário no Mar Negro, estabelecido por Kiev.

O anúncio surgiu horas depois de a Comissão Europeia ter levantado as restrições à entrada de cereais do país em guerra nos mercados dos cinco Estados-membros vizinhos. A decisão reuniu pouco consenso e teve como resposta da Polónia, da Hungria e da Eslováquia um veto unilateral.

De forma a evitar aumentos no fluxo de cereais para os países que fazem fronteira com a Ucrânia, Bruxelas diz que Kiev "concordou em introduzir medidas legais", como um sistema de licenciamento de exportações. Caso essas medidas sejam cumpridas, a União Europeia não vê motivo para voltar a aplicar as restrições.

A Rússia suspendeu em meados de julho a participação no acordo para a exportação de cereais pelo Mar Negro a partir de portos ucranianos. Desde então tem vindo a intendificar os ataques às infraestruturas portuárias de Odessa.

Kiev respondeu com a criação de rotas no Mar Negro temporariamente desbloqueadas pelas Forças Navais ucranianas e ataques à frota militar de Moscovo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy reclama meios de defesa aéreos para exportar cereais

Polónia prolonga embargo a cereais vindos da Ucrânia

Ucrânia confirma mais dois cargueiros de cereais em trânsito no Mar Negro