EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ministros do Interior de França e Itália debatem crise migratória

Gérald Darmanin (arquivo)
Gérald Darmanin (arquivo) Direitos de autor BERTRAND GUAY/AFP or licensors
Direitos de autor BERTRAND GUAY/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Espera-se que encontro em Roma sirva para endurecer políticas de França e Itália face à crise migratória

PUBLICIDADE

Os ministros do Interior de França e Itália reuniram-se em Roma para alinhar posições na crise migratória, esperando-se um "endurecimento" da posição face à imigração clandestina e ao tráfico de migrantes.

Do lado da ONU, o Alto Comissário para os Refugiados, Filippo Grandi, apelou aos dirigentes europeus para trabalharem juntos e evitarem discursos e posições populistas:

"Tem havido muita politização com isto. Os políticos querem soluções curtas e lemas para dizerem: 'Estamos em cima do assunto'. Mas não funciona assim. Temos de explicar à opinião pública que são assuntos complexos, que exigem tempo, recursos e soluções diferentes. Essa é a única forma. E é possível. Não há uma invasão. Não há catástrofe. É possível fazê-lo, mas os países devem trabalhar em conjunto."

Antes de viajar a Roma, Gérald Darmanin afirmou que França "não tem planos" para acolher os migrantes que têm chegado em grande número à ilha italiana de Lampedusa.

Itália, por seu lado, aprovou novas medidas para facilitar os repatriamentos e prolongar o tempo de estadia máximo nos centros de detenção.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Salvini junta principais representantes da extema-direita europeia

Tempestade "Ciarán" deixa pelo menos 12 mortos na Europa e a "Domingos" chega sábado

Le Pen foi a Itália reforçar aliança com Salvini