EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Louvre, Versailles e Gare de Lyon evacuados "por razões de segurança"

Monumentos de Paris evacuados
Monumentos de Paris evacuados Direitos de autor Thomas Padilla/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Thomas Padilla/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Ministro do Interior francês garantiu que "não houve perigo real" em todas as ameaças.

PUBLICIDADE

Após o ataque com faca numa escola secundária de Arras, no norte de França, que custou a vida a um professor, o Museu do Louvre, a Gare de Lyon e o Palácio de Versalhes foram evacuados e fechados por causa falsas ameaças terroristas.

Durante uma conferência de imprensa, o Ministro do Interior francês afirmou que "não houve perigo real" em todas estas ameaças, uma vez que não foram detetadas bombas e ninguém estava a preparar um atentado.

"Enviamos os especialistas em deteção de explosivos depois de termos evacuado", disse Gérald Darmanin, que afirmou que, por precaução, este é o "modus operandi" quando são recebidas ameaças". "Detivemos imediatamente as pessoas que fazem estas chamadas”, acrescentou.

Darmanin voltou a insinuar que o atentado do Hamas contra Israel pode ter inspirado o atentado de Arras e garantiu que tentará alterar a lei para que todos os estrangeiros considerados "perigosos" possam ser expulsos sem demora.

Perante o receio de um novo ataque , o presidente francês ordenou a mobilização de 7000 militares em todo o país até segunda-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron pede que antissemitismo seja discutido nas escolas após violação de uma jovem judia

Líder da extrema-direita opõe-se ao envio de tropas francesas para a Ucrânia

Francês detido no Irão por participar em protestos após a morte de Mahsa Amini foi libertado