EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ataques antissemitas aumentam 300% na Áustria

Ataques antissemitas aumentam 300% na Áustria
Ataques antissemitas aumentam 300% na Áustria Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ministério do Interior quer controlar aplicações de mensagens para prevenir ataques terroristas

PUBLICIDADE

A guerra entre Israel e Hamas motivou um aumento considerável no número de ataques antissemitas em vários países europeus. Na Áustria verificou-se um aumento de 300% relativamente ao mesmo período do ano passado.

Benjamin Nägele, Secretário-Geral da Comunidade Judaica de Viena, denuncia alguns casos:

"Há estudantes judeus assediados e culpados pelo conflito no Médio Oriente, são vítimas de bullying com um fundo antissemita. Temos alguns danos materiais, como partir a janela de um talho judeu e fugir a gritar em árabe. Há ainda casos em que a bandeira israelita foi deliberadamente rasgada mas não a austríaca. É claro que isso tem um efeito simbólico, que magoa e que, naturalmente, perturba sempre a comunidade judaica".

Apesar do aumento verificado, a organização Solidariedade Palestina-Áustria disse à euronews que não considerava os ataques contra símbolos do Estado de Israel como ataques antissemitas, acrescentando no entanto que a comunidade judaica tinha de ser protegida.

A Áustria tem vindo a colocar mais forças de segurança junto às instituições judaicas. Além disso, o Ministério do Interior pediu autorização para monitorizar aplicações de mensagens como o Whatsapp, a fim de evitar possíveis ataques terroristas, queixando-se que, neste domínio, a polícia austríaca era a que tem menos acesso na UE.

O problema não está confinado à Áustria. No Reino Unido, registaram-se mais ataques antissemitas nas últimas quatro semanas do que nos primeiros seis meses do ano e em França os perto de 900 ataques no mesmo período são mais do dobro do total de incidentes antissemitas em 2022.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

As razões do sucesso da habitação social na Áustria

Centenas de pessoas reuniram-se em Paris para acender velas após ataque a uma sinagoga

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen