Para Zelenskyy, não há impasse nenhum

Zelenskyy salienta que não há margem para dialogar com Moscovo até haver uma retirada de tropas
Zelenskyy salienta que não há margem para dialogar com Moscovo até haver uma retirada de tropas Direitos de autor Efrem Lukatsky/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente ucraniano abre inquérito sobre morte de soldados em Zaporíjia e volta a pedir ajuda financeira aos Estados Unidos

PUBLICIDADE

O presidente ucraniano veio contradizer as afirmações do seu próprio chefe do Estado-Maior, que declarou que o conflito com Moscovo caiu num impasse. Para Volodymyr Zelenskyy, essa versão apenas serve os interesses do agressor.

Zelenskyy anunciou também a abertura de um inquérito para apurar o que se passou na passada sexta-feira, quando alegadamente mais de duas dezenas de soldados ucranianos foram abatidos em Zaporíjia, num ataque com um míssil russo.

Kiev denuncia cada vez mais ataques de drones russos, numa altura em que o inverno está à porta e as infraestruturas de abastecimento energético estão mais uma vez em causa.

Zelenskyy voltou a pedir ajuda financeira aos Estados Unidos e garantiu, numa entrevista ao canal norte-americano NBC, que não há qualquer margem para dialogar com Moscovo até haver uma retirada de tropas. 

As ofensivas da Rússia prosseguem, concentrando-se na zona de Avdivka.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dirigentes da UE reúnem-se em Kiev para assinalar os dois anos da invasão russa

Ucrânia: dois anos de guerra

Putin rearma exército, enquanto escasseia ajuda humanitária da ONU para a Ucrânia