EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Solução é a existência de dois Estados", disse o Papa sobre a guerra Israel-Hamas

Papa Francisco na audiência geral desta quarta-feira no Vaticano
Papa Francisco na audiência geral desta quarta-feira no Vaticano Direitos de autor AP Photo/Andrew Medichini
Direitos de autor AP Photo/Andrew Medichini
De  Giorgia Orlandi
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Líder da Igreja Católica recebeu familiares de reféns israelitas do Hamas e de palestinianos detidos em prisões de Israel

PUBLICIDADE

O conflito do Médio Oriente esteve no centro da audiência geral que o Papa Francisco realizou esta quarta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Antes, o Sumo Pontífice recebeu delegações de familiares de reféns israelitas ainda nas mãos do Hamas, na Faixa de Gaza, e famílias palestinianas de pessoas que estarão detidas nas prisões do Estado hebraico.

Como já explicou o porta-voz do Vaticano, tratou-se de encontros de carácter exclusivamente humanitário.

O Papa quis exprimir a sua proximidade espiritual aos que sofrem e, como recordou durante a audiência, pediu aos fiéis que rezassem pela paz.

O líder da Igreja Católica já tinha explicado no passado que cada indivíduo, independentemente da sua origem ou religião, é sagrado aos olhos de Deus.

Sobre o conflito, o Papa já explicou em várias ocasiões que a libertação dos reféns é, na sua opinião, um passo fundamental para acabar com a guerra e afirmou que a solução para o problema é a existência de dois Estados, dois povos e um estatuto internacionalmente garantido para Jerusalém.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa pede ajuda humanitária para o povo de Gaza "cansado da guerra"

Papa Francisco pede desculpa por utilizar termo ofensivo sobre pessoas LGBT

Papa Francisco volta a apelar à paz e lamenta investimentos na produção de armas