EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Libertação dos reféns do Hamas adiada para sexta-feira

Libertação dos reféns do Hamas adiada
Libertação dos reféns do Hamas adiada Direitos de autor Oded Balilty/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Oded Balilty/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entrada em vigor do cessar-fogo também fica comprometida pelo atraso

PUBLICIDADE

Os familiares dos reféns do Hamas terão de esperar mais um dia pelo regresso a casa das mulheres e crianças sequestradas na Faixa de Gaza.

De acordo com as autoridades israelitas, a libertação dos reféns não terá lugar antes de sexta-feira mas não há motivo para receio, uma vez que o adiamento não se deve a qualquer desentendimento mas sim a questões administrativas. A entrada em vigor do cessar-fogo também ficou comprometida.

Segundo um responsável palestiniano, o atraso foi gerado pelas discussões de última hora em torno da lista de reféns a libertar.

Enquanto se aguarda pela paz provisória, Israel anunciou o bombardeamento de trezentos alvos do Hamas nas últimas 24 horas.

A trégua de quatro dias irá permitir o regresso a casa de 50 reféns sequestrados pelo Hamas a 7 de outubro. Em sentido inverso, Israel comprometeu-se a libertar 150 mulheres e crianças palestinianas detidas em prisões israelitas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal da ONU considera ilegal a ocupação dos territórios palestinianos por Israel

Israelitas querem explicações sobre frase de Netanyahu: "Reféns não estão a morrer"

Três feridos graves após atropelamento junto a estação de autocarro em Israel