EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Greve dos sindicatos na Chéquia

Greve dos sindicatos na Chéquia
Greve dos sindicatos na Chéquia Direitos de autor Petr David Josek/AP
Direitos de autor Petr David Josek/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em causa está pacote de austeridade, o aumento previsto dos custos da energia e as alterações ao sistema de pensões.

PUBLICIDADE

Milhares de funcionários de sindicatos juntaram-se à greve e à manifestação desta segunda-feira contra as políticas do governo checo. Em causa está o pacote de consolidação do executivo e a reforma das pensões, a falta de aumentos salariais no setor público, os preços elevados da energia, a inflação elevada e a falta de verbas para a educação. Dez sindicatos declararam greve e outros estão a apoiá-los.

O Primeiro-Ministro Petr Fiala afirmou que o Governo não cederá aos sindicatos. Descreveu os protestos principalmente como uma manifestação das ambições políticas dos líderes sindicais. Para Petr Fiala , o pacote de consolidação e a reforma das pensões são medidas necessárias para estabilizar as finanças públicas, que os partidos da coligação prometeram antes das eleições. Ao mesmo tempo, rejeita a ideia de que o Governo não quer falar com os representantes dos trabalhadores.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Antigo primeiro-ministro checo Andrej Babis volta a ser absolvido de fraude

Agricultores checos levam tratores ao centro de Praga

Israelitas em protesto em Jerusalém para exigir eleições e libertação dos reféns