Tribunal sueco dá razão à Tesla em processo contra o Estado

A greve atrasou a entrega de novas matrículas da Tesla
A greve atrasou a entrega de novas matrículas da Tesla Direitos de autor AP Photo/Mike Stewart
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Queixa da fabricante de carros elétricos tinha a ver com os efeitos de uma greve.

PUBLICIDADE

A Tesla, a fabricante de carros elétricos de Elon Musk, processou o Estado sueco devido ao impacto na produção de uma greve e viu um tribunal dar-lhe razão.

A paralisação partiu dos trabalhadores da Tesla, que exigem que empresa assine um acordo coletivo de trabalho, e estendeu-se aos serviços postais, o que atrasou a entrega de novas matrículas.

A queixa da fabricante de Elon Musk foi dirigida à Agência de Transportes e aos correios Post Nord.

Um tribunal de Norrkoping decidiu impor a entrega preventiva de novas matrículas à Tesla e ameaça a Agência de Tranportes com uma multa de um milhão de coroas, o equivalente a 87 mil euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Elon Musk diz que Neuralink implantou chip cerebral "com sucesso"

Elon Musk enfrenta acionistas da Tesla em tribunal

Patrão da Tesla vai pagar 44 mil milhões de dólares pela rede social