Papa pede união pela defesa do clima

Papa Francisco
Papa Francisco Direitos de autor Andrew Medichini/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Numa mensagem vídeo transmitida na COP 28, Francisco disse que o mundo precisa de "alianças que não sejam contra ninguém, mas a favor de todos".

PUBLICIDADE

No Dubai, a conferência das Nações Unidas sobre alterações climáticas inaugurou o primeiro Pavilhão da Fé.

O objetivo é unir os representantes religiosos que apoiam a ação climática para alcançar as metas do Acordo de Paris.

Durante a cerimónia de inauguração, através de uma mensagem vídeo, o Papa Francisco e o Grande Imã Ahmed al Tayeb, Xeque de Al Azhar, apelaram à unidade e à ação para travar as alterações climáticas, acabar com as guerras e garantir a paz mundial.

Na sua mensagem, Francisco sublinhou que este evento testemunha "a vontade de trabalhar em conjunto" e que o mundo precisa de "alianças que não sejam contra ninguém, mas a favor de todos". Neste sentido, exortou as religiões a darem o exemplo, “trabalhando em conjunto para os interesses do nosso mundo”.

Este domingo, as consequências das alterações climáticas na saúde estiveram em destaque na conferência da da ONU. Ativistas e especialistas pediram medidas concretas para impedir 7 milhões de mortes por ano devido à poluição atmosférica e à propagação de doenças como a cólera e a malária.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa Francisco festeja 87 anos

Mulheres que dizem ter sido abusadas por um jesuíta outrora famoso exigem transparência ao Vaticano

Milei recebido em Roma por Meloni como parceiro estratégico