Jogos Olímpicos: o que está a acontecer aos sem-abrigo?

Sem-abrigo em Paris
Sem-abrigo em Paris Direitos de autor JOEL SAGET/AFP or licensors
De  Ilaria Federico
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de sessenta associações francesas enviaram uma carta ao comité dos Jogos, classificando a estratégia de realojamento em Paris como um método de "limpeza social".

PUBLICIDADE

O governo francês implementou uma nova estratégia para lidar com a situação dos sem-abrigo em Paris. Desde a primavera passada, foram criados 10 abrigos temporários em cidades como Toulouse, Bordéus e Estrasburgo, com o objetivo de deslocar os sem-abrigo das ruas da capital.

Mas o plano gerou polémica. Mais de sessenta associações francesas enviaram uma carta ao comité dos Jogos Olímpicos, classificando esta estratégia de realojamento como um método de "limpeza social". As associações acreditam que o governo pretende criar uma imagem polida da capital antes dos Jogos Olímpicos de 2024 em Paris.

Imaginemos que sou um requerente de asilo afegão que foge à ditadura talibã. Chego a Paris mas, um dia, um autocarro chega ao meu acampamento e leva-me. Se não preencher os critérios administrativos adequados, posso ir parar a uma região onde há muito menos organizações de apoio médico, social ou jurídico e, em última análise, serei obrigado a regressar a Paris”, explica Paul Alauzy, um dos porta-vozes do coletivo das associações. “Estas políticas já estavam em vigor, mas os Jogos Olímpicos aceleraram as coisas. Sabemos que esta ação visa também grupos de pessoas que o governo considera indesejáveis”, acrescenta.

A área que foi em tempos a maior ocupação de Paris - conhecida como Unibéton - foi desmantelada pela polícia em abril. Mais de 400 pessoas, principalmente do Chade e do Sudão, foram expulsas do local, que estava ocupado há três anos. A área deverá fazer parte da Vila Olímpica para os Jogos de Paris de 2024.

Outros locais para os sem-abrigo na cidade também estão a sentir a pressão, uma vez que estão localizados em áreas designadas como "locais dos Jogos Olímpicos".

A prefeitura de Paris garantiu à Euronews o seu empenho em tirar estes indivíduos da rua, com ou sem Jogos Olímpicos, com o objetivo de lhes garantir um alojamento mais digno.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Medalhas dos Jogos Olímpicos de Paris têm pedaços da Torre Eiffel

Preços dos hotéis em Paris mais do que triplicam para o período dos Jogos Olímpicos

Dezenas de detidos depois de agricultores franceses bloquearem a circulação nos Campos Elísios