Vin Diesel acusado de agressão sexual por antiga assistente

Acusações que visam o ator remontam a 2010
Acusações que visam o ator remontam a 2010 Direitos de autor Thibault Camus/Copyright 2017 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ator de "Velocidade Furiosa" terá agredido Astra Jonasson num hotel de Atlanta em 2010.

PUBLICIDADE

O ator Vin Diesel, estrela da série de filmes "Velocidade Furiosa", está a ser acusado de agressão sexual por uma assistente que trabalhou para ele em 2010.

Asta Jonasson afirma que Diesel a agrediu num hotel em Atlanta. O processo alega também que Jonasson foi despedida poucas horas após a alegada agressão, pela irmã de Diesel, Samantha Vincent, presidente da produtora do ator, por ter resistido aos avanços.

Segundo a queixa, a assistente tentou fugir do quarto depois de ter sido forçada a ir para a cama de Diesel, mas o ator tê-la-á agarrado, apalpado os seios e beijado o peito.

Diesel terá ainda tentado tirar-lhe a roupa interior, obrigado a tocar no seu pénis ereto e começado a masturbar-se à frente dela, diz o processo.

Jonasson também está a processar Diesel e a produtora por criação de um ambiente de trabalho hostil, supervisão negligente e despedimento sem justa causa. A advogada de Jonasson, Claire-Lise Kutlay, disse num comunicado que o processo visa "responsabilizar Diesel e aqueles que permitiram e encobriram a sua agressão sexual".

Nem Vin Diesel nem os seus representantes quiseram, para já, comentar as acusações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Russell Brand é aplaudido de pé num espetáculo depois de ter negado alegações de agressão sexual

Ministério Público acusa Rubiales de agressão sexual

Depardieu enfrenta novas acusações de assédio e agressão sexual