Espanha acolhe requerentes de asilo da América Latina para aliviar fluxo migratório para os EUA

Migrantes são obrigados a abandonar a Nicarágua, devido às ameças do regime de Daniel Ortega.
Migrantes são obrigados a abandonar a Nicarágua, devido às ameças do regime de Daniel Ortega. Direitos de autor Edgar H. Clemente/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo espanhol comprometeu-se a acolher centenas de famílias do Haiti, Venezuela, Nicarágua e Cuba que querem deixar os seus países de acolhimento antes de fazerem a perigosa viagem para os Estados Unidos, a braços com uma crise migratória.

PUBLICIDADE

Engels Rojas e a família foram obrigados a abandonar a Nicarágua devido às ameaças do regime de Daniel Ortega. Passaram pela Costa Rica mas foram agora realojados em Espanha, ao abrigo de um acordo alcançado entre as autoridades espanholas, norte-americanas e canadianas, que procura aliviar os fluxos migratórios na direção dos EUA. 

Rojas e a família fazem parte dos primeiros 280 requerentes de asilo a serem reinstalados em Espanha e, apesar de não terem escolhido o destino final, o nicaraguense admite que a situação na Costa Rica era cada vez mais difícil, devido à falta de trabalho. 

Espanha comprometeu-se a receber centenas de famílias do Haiti, Venezuela, Nicarágua e Cuba que desejem abandonar o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Caravana com mais de 6.000 migrantes no México a caminho dos Estados Unidos

Cimeira UE-América Latina: Lula da Silva empenhado no acordo com Mercosul

Nicaraguenses procuram refúgio fora do país