EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Rússia ataca Kharkiv em resposta a ataque em Belgorod

Ataque russo atingiu antigo complexo hoteleiro em Kharkiv
Ataque russo atingiu antigo complexo hoteleiro em Kharkiv Direitos de autor AP/Kharkiv Regional Administration
Direitos de autor AP/Kharkiv Regional Administration
De  Euronews com Lusa
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Rússia lançou novo ataque com drones em Kharkiv, em represália pelo ataque de sábado a Belgorod. Pelo menos 28 pessoas ficaram feridas.

PUBLICIDADE

A Rússia lançou um novo ataque com drones contra a Ucrânia na noite de sábado, depois de prometer que os ataques à cidade fronteiriça russa de Belgorod "não ficariam impunes".

Vinte e oito pessoas ficaram feridas após a retaliação russa em Kharkiv, indicou o governador da região ucraniana, Oleh Syniehubov, este domingo.

Um hotel, prédios residenciais, jardins de infância, lojas e edifícios administrativos sofreram danos.

A Rússia reconheceu ter atingido um "antigo complexo hoteleiro", o Kharkiv Palace, mas garantiu que ali se encontravam membros dos serviços de informações militares alegadamente implicados no ataque a Belgorod, assim como "mercenários estrangeiros".

Moscovo nega sempre atacar alvos civis na Ucrânia.

Na região de Kiev, outro ataque com drones russos causou um incêndio numa infraestrutura considerada crítica.

A Força Aérea da Ucrânia disse este domingo que abateu 21 dos 49 drones e seis mísseis antiaéreos lançados pelas forças russas durante a noite.

Ataque em Belgorod fez 24 mortos

O número de mortos no ataque de sábado contra a cidade russa de Belgorod aumentou para 24, anunciou este domingo o governador da região homónima, que faz fronteira com a Ucrânia. 

Nos hospitais há 108 feridos, 25 dos quais em estado grave. O balanço anterior dava conta de 18 mortos e 111 feridos.

A região de Belgorod, que tem 552 quilómetros de fronteira com a Ucrânia, foi a região russa mais atingida por incidentes fronteiriços desde que começou o conflito militar em fevereiro de 2022.

O ataque de sábado a Belgorod ocorreu um dia depois após intensos bombardeamentos na Ucrânia que mataram 39 pessoas, segundo as autoridades.

Na sequência do ataque, a Rússia acusou a Ucrânia de cometer um ato de "terrorismo deliberado" e de ter utilizado bombas de fragmentação em Belgorod.

É "um ataque cego e deliberado contra um alvo civil", disse o embaixador russo nas Nações Unidas, Vassili Nebenzia, acusando a Ucrânia de ter visado um centro desportivo, um ringue de patinagem e uma universidade.

Kiev ainda não reagiu às acusações. Embora a Ucrânia realize ataques frequentes em território russo, nomeadamente com recurso a drones, este foi o ataque mais mortífero para civis na Rússia desde o início do conflito, em fevereiro de 2022.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia acusa Rússia de atacar civis de forma deliberada em Kiev e Kharkiv

Ucrânia responde com drones a ataque maciço da Rússia

Jornalista russo-americana condenada a seis anos e meio de prisão