EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Secretismo em torno da hospitalização de Lloyd Austin cria desconforto na Casa Branca

Secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin
Secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin Direitos de autor Maya Alleruzzo/Copyright 2023 The AP All rights reserved
Direitos de autor Maya Alleruzzo/Copyright 2023 The AP All rights reserved
De  Manuel Ribeiro com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A administração Biden enfrenta fortes críticas e questões de credibilidade após o secretismo criado em torno da hospitalização de Lloyd Austin. O secretário da Defesa foi internado a 22 de dezembro para receber tratamento a um cancro na próstata. A informação foi mantida em segredo até hoje.

PUBLICIDADE

O Pentágono divulgou esta terça-feira informações relativas à doença do secretário da Defesa norte-americana. Lloyd Austin sofre de um cancro na próstata e foi submetido a uma cirurgia no passado 22 de dezembro, informação que foi mantida em segredo até esta terça-feira.

De acordo com informações divulgadas pelo Pentágono, o estado de saúde do secretário da Defesa agravou-se após a cirurgia levando-o a internamento nos cuidados intensivos.

O estado de saúde de Austin foi diagnosticado no início de dezembro. A Casa Branca afirmou que desconhecia essa informação, incluindo o presidente, situação que está a levantar questões sobre a credibilidade da Administração Biden.

“Penso que o Pentágono tem sido bastante honesto, e todos reconhecemos o desafio que enfrentou em gerir a informação quanto à sua transparência perante o povo americano”, afirmou John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional.

“A informação não passou da maneira como devia em muitos níveis”, acrescentou.

De acordo com fontes próximas da Casa Branca, não existe uma política clara sobre ausências prolongadas de altos funcionários na atual administração, contudo, a Casa Branca devia estar informada, disse a fonte citada pela Associated Press.

A controvérsia está a gerar desconforto e levou a uma revisão urgente dos procedimentos protocolares para evitar falhas do mesmo tipo.

O sigilo mantido em torno do estado de saúde de um alto funcionário da administração Biden lança dúvidas sobre a própria saúde do presidente dos EUA, que tem estado sob escrutínio dada a sua idade. Joe Biden é o mais velho presidente em funções da história norte-americana.

As questões sobre a falta de transparência levantam igualmente preocupações para a Casa Branca à medida que o ano eleitoral se aproxima.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Secretário da Defesa dos Estados Unidos internado nos cuidados intensivos

Juíza manda arquivar caso dos documentos secretos contra Trump

Biden pede aos americanos que evitem a violência política após tentativa de assassinato de Trump