Reino Unido quer proibir venda de "vapes" descartáveis

Os vapes são muito populares entre os mais jovens apesar de a venda só ser permitida a maiores de 18 anos
Os vapes são muito populares entre os mais jovens apesar de a venda só ser permitida a maiores de 18 anos Direitos de autor Kirsty Wigglesworth/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo britânico quer proibir a venda de cigarros eletrónicos descartáveis, mais conhecidos como "vapes". Autoridades estão preocupadas com consumo entre as gerações mais novas.

PUBLICIDADE

O governo britânico quer proibir a venda de cigarros eletrónicos descartáveis, mais conhecidos como "vapes" e extremamente populares entre os consumidores mais jovens. 

Segundo dados do executivo de Rishi Sunak, nos últimos três anos o consumo deste tipo de cigarros entre a população jovem triplicou no Reino Unido. São usados por cerca de 9% dos menores entre 11 e 15 anos. 

Os "vapes" foram introduzidos no mercado como uma alternativa potencialmente menos nociva que o tabaco com combustão.

Além de estarem à venda em locais como supermercados ou em lojas de conveniência, são frequentemente vendidos em caixas de pequenas dimensões, com embalagens coloridas e com diversos sabores, o que levou o governo britânico a argumentar que estão a ser vendidos com um ar "apelativo" para as gerações mais novas.

As autoridades britânicas defendem ainda que estes produtos estão a converter-se na porta de entrada dos jovens no tabagismo, alegando que estes produtos têm como público alvo os mais novos e não estão a ser  promovidos como uma alternativa para aqueles que pretendem deixar de fumar tabaco convencional.

Para já, desconhecem-se quais são os impactos a longo prazo destes dispositivos descartáveis para a saúde.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cientistas descobrem que tabaco tem impacto nocivo no sistema imunitário mesmo anos depois de se deixar de fumar

Consumo de tabaco está a diminuir em todo o mundo

Cigarros eletrónicos vão ser banidos na Austrália