EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Tropas israelitas preparam ofensiva em Rafah

Ataques a um subúrbio de Rafah mataram pelo menos 13 pessoas, incluindo várias crianças
Ataques a um subúrbio de Rafah mataram pelo menos 13 pessoas, incluindo várias crianças Direitos de autor Fatima Shbair/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Fatima Shbair/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois da rejeição da proposta de cessar-fogo do Hamas, para deceção de Antony Blinken, Benjamin Netanyahu prepara agora a ofensiva sobre a cidade do sul da Faixa de Gaza.

PUBLICIDADE

Depois do fracasso da última missão diplomática do Secretário de Estado norte-americano no Médio Oriente, Israel está a intensificar a campanha militar. Antony Blinken não conseguiu convencer o governo israelita a considerar a oferta de cessar-fogo do Hamas. Em vez disso, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu diz que "a guerra vai continuar até que o grupo palestiniano seja esmagado".

Ao terminar este périplo por vários pontos do Médio Oriente, era visível a deceção de Blinken pela rejeição da proposta de cessar-fogo em três fases. As relações entre os Estados Unidos e Israel estão agora no ponto mais tenso desde o início do conflito a 7 de outubro: "Há propostas do Hamas que matam a negociação à partida, mas outros aspetos podem abrir espaço para um acordo", disse Blinken. "Estas coisas têm de ser negociadas, a resposta não pode ser apenas sim nem não", acrescentou.

No terreno, as forças israelitas estão agora a mudar o foco de Khan Younis para Rafah, na fronteira com o Egito. Estão a ser feitos planos para uma ofensiva terrestre na cidade, para onde fugiram centenas de milhares de habitantes de Gaza.

Os ataques com mísseis a um subúrbio de Rafah mataram pelo menos 13 pessoas, incluindo várias crianças. Israel está a tentar libertar 130 reféns capturados pelo Hamas durante os ataques a Israel a 7 de outubro, que permanecem na Faixa de Gaza.

O número de mortos aumenta constantemente. Mais de 27 mil palestinianos morreram até agora, enquanto os ataques do Hamas a 7 de outubro mataram cerca de 1200 israelitas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel admite que estão mortos pelo menos 31 dos 136 reféns nas mãos do Hamas

Pelo menos 17 palestinianos mortos num ataque israelita a escola que servia de refúgio

Gaza: pelo menos 71 mortos e mais de 200 feridos num ataque ao campo de al-Mawasi