Israel ataca acampamento no pátio de hospital

Israel admitiu ter morto palestinianos na praia de Gaza
Israel admitiu ter morto palestinianos na praia de Gaza Direitos de autor Abdel Kareem Hana/AP
Direitos de autor Abdel Kareem Hana/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Operação matou pelo menos dois palestinianos. Israel acusa o Hamas e outros grupos de estarem a usar instalações médicas, justificando assim as últimas operações.

PUBLICIDADE

Um ataque aéreo israelita atingiu um acampamento no pátio de um hospital lotado no centro da Faixa de Gaza, no domingo, matando pelo menos dois palestinianos e ferindo outros 15, incluindo jornalistas que trabalhavam nas proximidades.

Os militares israelitas afirmam que o ataque ao Hospital dos Mártires de Al-Aqsa em Deir al-Balah, onde milhares de pessoas se abrigaram depois de terem fugido das suas casas noutros locais do território devastado pela guerra, teve como alvo um centro de comando operado pelo grupo Jihad Islâmica, enquanto o Gabinete de Comunicação Social do Governo em Gaza diz que o ataque atingiu uma tenda de jornalistas e de pessoas deslocadas.

Israel acusa o Hamas e outros grupos militantes de operarem dentro e à volta de instalações médicas, usando esse argumento para justificar várias operações em hospitais, nos últimos dias.

O exército de Israel informou este domingo que as tropas encontraram numerosas armas escondidas no hospital de al-Shifa, na cidade de Gaza.

As forças armadas também reconheceram este sábado que as tropas israelitas mataram a tiro dois palestinianos e feriram um terceiro na praia de Gaza, em resposta a um vídeo que mostrava um homem a cair no chão depois de caminhar numa área aberta e, em seguida, um bulldozer a despejar dois corpos numa zona coberta de lixo na areia.

Segundo o Tsahal, as tropas abriram fogo depois de os homens terem alegadamente ignorado os tiros de aviso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Conversações para cessar-fogo retomam no Cairo, Hamas denuncia 400 mortos no hospital al-Shifa

Nova ronda de ajuda humanitária marítima partiu do Chipre em direção a Gaza

TIJ ordena a Israel abertura de passagens para entrega de ajuda em Gaza