EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Vice-presidente do Malawi morreu em desastre de avião

Vice-Presidente do Malawi, Saulos Chilima e a mulher, Mary, desembarcam de um avião após o seu regresso da Coreia do Sul
Vice-Presidente do Malawi, Saulos Chilima e a mulher, Mary, desembarcam de um avião após o seu regresso da Coreia do Sul Direitos de autor STR/AP
Direitos de autor STR/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Aeronave militar que transportava o vice-presidente do Malawi e uma comitiva de nove pessoas estava desaparecida desde segunda-feira de manhã. Após uma operação de buscas, avião foi encontrado e nenhum dos tripulantes sobreviveu

PUBLICIDADE

O vice-presidente do Malawi e mais nove pessoas morreram num acidente de avião, informou o presidente do país na terça-feira.

Os destroços do avião militar foram localizados numa zona montanhosa no norte do país, após uma busca que durou mais de um dia. O presidente do Malawi, Lazarus Chakwera, anunciou em direto na televisão estatal que não havia sobreviventes do acidente.

Chilima ia em representação do governo ao funeral do antigo ministro da Justiça, Ralph Kasambara, que morreu há três dias.

A aeronave com destino ao Aeroporto Internacional de Mzuzu, no norte do país, devia ter aterrado pouco depois das 10 horas locais de segunda-feira, mas as condições meteorológicas e a baixa visibilidade não permitiram a aterragem.

O piloto foi aconselhado a aterrar noutra pista, porém, a comunicação perdeu-se e o avião deixou de ser detetado no radar de controlo de tráfego aéreo.

O presidente do Malawi, Lazarus Chakwera, fez um comunicado ao final do dia onde indicou que estava a ser levada a cabo uma operação de buscas e salvamento. “Os soldados ainda estão no terreno a efetuar as buscas e eu dei ordens estritas para que a operação continue até que o avião seja encontrado”, disse.

Chakwera e o vice Chilima estavam juntos na presidência desde 2020. O presidente mostrou-se consternado com o desaparecimento do avião. “É uma situação de partir o coração", admitiu.

"Sei que estamos todos assustados e preocupados - eu também estou preocupado. Mas quero assegurar-vos que não estou a poupar nenhum recurso disponível para encontrar o avião e estou a agarrar-me a todas as fibras de esperança de que encontraremos sobreviventes", adiantou.

Chilima estava a cumprir o seu segundo mandato como vice-presidente. Também desempenhou essa função entre 2014 e 2019, durante o mandato do antigo Presidente Peter Mutharika.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Avião da força aérea italiana despenha-se e mata menina de 5 anos

Destroços do avião desaparecido na Indonésia encontrados

Líder militar vence eleições no Chade, apesar de alegações de fraude