Avião da força aérea italiana despenha-se e mata menina de 5 anos

Destroços de um carro queimado enquanto os bombeiros isolam a área onde um avião da equipa acrobática Frecce Tricolori se despenhou perto de Turim, a 16 de setembro de 2023
Destroços de um carro queimado enquanto os bombeiros isolam a área onde um avião da equipa acrobática Frecce Tricolori se despenhou perto de Turim, a 16 de setembro de 2023 Direitos de autor Matteo Secci/LaPresse
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os pais da menor e o irmão de 9 anos sofreram queimaduras e foram transportados para um hospital. O piloto da aeronave conseguiu ejetar-se e sobreviveu.

PUBLICIDADE

Um avião do esquadrão acrobático Frecce Tricolori, da Força Aérea italiana, despenhou-se durante um exercício em Turim, no sábado, matando uma criança de 5 anos e ferindo o resto da família.

De acordo com os meios de comunicação locais, o aparelho atingiu o carro onde a menina, os pais e o irmão seguiam. Os pais da menor e o irmão de 9 anos sofreram queimaduras, e foram transportados para uma unidade hospitalar.

piloto da aeronave sobreviveu: conseguiu ejetar-se segundos antes do impacto.

O acidente ocorreu depois da descolagem do esquadrão no Aeroporto Internacional de Turim, para participar num espetáculo aéreo que comemorava o centenário das Forças Armadas.

O avião, que voava em formação, caiu perto de San Francesco al Campo. 

O vice-presidente do governo italiano e ministro das Infraestruturas, Matteo Salvini, partilhou um vídeo do acidente na rede social X (antigo Twitter):

Num comunicado assinado pelo  Chefe do Estado-Maior das Força Aérea italianas e General do Esquadrão Aéreo, Luca Goretti, a Força Aérea disse estar “consternada e surpresa” com a queda deste avião.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles