EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Ninguém me está a empurrar para fora": Biden promete continuar a concorrer

Joe Biden
Joe Biden Direitos de autor Jacquelyn Martin/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Jacquelyn Martin/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com AP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Presidente Joe Biden enfrenta uma tempestade mediática crescente à medida que aumenta a pressão para que abandone a campanha do Partido Democrata para Presidente, tanto por parte do público como do seu próprio partido.

PUBLICIDADE

"Ninguém me está a empurrar para fora", diz Biden, apesar das crescentes pressões do Partido Democrata para que se retire da corrida presidencial.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu continuar a candidatar-se à reeleição, apesar de uma prestação questionável no debate contra Donald Trump, que levantou questões sobre a sua disponibilidade.

O debate suscitou uma série de questões sobre a capacidade mental de Biden, de 81 anos, para concorrer à reeleição contra Trump.

"Estou a concorrer. Sou o líder do Partido Democrata. Ninguém me está a empurrar para fora", disse Biden, de acordo com um assessor de topo que publicou o seu comentário no X.

Biden fez uma aparição surpresa durante um telefonema do Comité Nacional Democrata juntamente com a vice-presidente Kamala Harris, segundo três pessoas familiarizadas com o assunto, que obtiveram o anonimato para discutir a conversa privada.

Joe Biden deu o que foi descrito como um discurso de incentivo, sublinhando os desafios da eleição e voltando aos seus comentários anteriores após o debate de que se levantaria depois de ser derrubado.

O telefonema segue-se a vários esforços do Presidente para acalmar a crescente ansiedade sobre a sua condição física.

O chefe de gabinete da Casa Branca, Jeff Zients, terá apelado, durante uma reunião de todos os funcionários na quarta-feira, a que se desliguem do "ruído" e se concentrem na tarefa de governar.

Na sequência do debate com Trump, Biden tem sido confrontado com um número crescente de eleitores e políticos que consideram que não deve candidatar-se à presidência.

Joa Biden esteve quase a repensar a sua candidatura?

O conselho editorial do New York Times - um dos meios de comunicação mais lidos e aclamados dos Estados Unidos - publicou um artigo de opinião afirmando que, para servir o seu país, Biden deveria abandonar a corrida.

Segundo o conhecido jornal, o presidente dos Estados Unidos salientou que está a par de que a sua candidatura pode não ser bem-sucedida, encontrando-se atualmente a avaliar se deve prosseguir como o candidato democrata às eleições de novembro.

No entanto, o porta-voz da Casa Branca desmentiu a informação.

A família de Biden disse à CNN que lhe tinha implorado para continuar a lutar pela reeleição.

No domingo, encorajaram-no a manter-se na corrida para 2024 e discutiram se os seus principais assessores deveriam ser despedidos depois de a sua campanha ter sido lançada em turbulência.

Notícia atualizada com as últimas informações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Joe Biden defende o seu desempenho no debate, afirmando que sabe “fazer o seu trabalho”

Alegações falsas sobre a saúde mental de Biden voltam a inundar as redes sociais

Zelenkskyy recebe pedido desculpas de Biden durante encontro em Paris