EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Zelenkskyy recebe pedido desculpas de Biden durante encontro em Paris

O Presidente dos EUA, Joe Biden, cumprimenta o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, em Paris, na sexta-feira, 7 de junho de 2024. .
O Presidente dos EUA, Joe Biden, cumprimenta o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, em Paris, na sexta-feira, 7 de junho de 2024. . Direitos de autor Evan Vucci/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Evan Vucci/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente ucraniano reuniu-se com o homólogo norte-americano na capital francesa, que lhe pediu desculpa pelo atraso no envio de armamento.

PUBLICIDADE

Zelenskyy está esta sexta-feira em Paris, no âmbito das celebrações do 80.º aniversário do Dia D, e foi recebido oficialmente pelo Ministro da Defesa francês, Sébastien Lecornu, para uma cerimónia no monumento Les Invalides.

Zelenskyy fez depois um discurso de 20 minutos na Assembleia Nacional em que - à semelhança do que fizera Biden no dia anterior, quando discursava nas cerimónias de comemoração do dia D - estabeleceu um paralelismo entre as batalhas travadas na Segunda Guerra Mundial e a atual luta do seu país contra a Rússia.

"Vivemos numa época em que a Europa já não é um continente de paz", frisou o presidente ucraniano.

Ao final da manhã, Zelenskyy encontrou-se com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que aproveitou a ocasião para fazer um pedido de desculpas públicas à Ucrânia pela interrupção do fornecimento de armamento, o que acabou por contribuir para os avanços da Rússia no campo de batalha.

Em abril, o presidente Biden assinou um pacote de ajuda militar à Ucrânia no valor de 61 mil milhões de dólares (56 mil milhões de euros), depois da aprovação do Senado e do Congresso dos EUA.

Já esta semana, a Casa Branca revelou que os EUA vão enviar mais 225 milhões de dólares (208 milhões de euros) de equipamentos militares a Kiev, incluindo munições para o Sistema de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade (HIMARS), sistemas de morteiros e uma série de munições de artilharia.

O presidente ucraniano aproveitou o encontro com Biden na capital francesa para apelar ao apoio bipartidário dos Estados Unidos “como durante a Segunda Guerra Mundial".

Nesta visita a França, no âmbito das celebrações do Dia D, Zelenskyy vai também a Versalhes, conhecer o fabricante de armas Nexter que produz os obuses Caesar fornecidos por Paris às forças de Kiev.

O Presidente ucraniano reunir-se-á mais tarde com Emmanuel Macron, no Palácio do Eliseu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden reforça papel dos EUA na luta pela paz na Urânia

Biden já está em França para as comemorações do Dia D e tem encontro com Zelenskyy na agenda

Guerra na Ucrânia: dez mil pessoas obrigadas a abandonar Kharkiv