Davos: Debates, champanhe e canapés

Davos: Debates, champanhe e canapés
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Aqui em Davos, os acordos não são assinados só à porta fechada. Alguns negócios fecham-se à volta de um canapé e uma taça de champanhe, num dos muitos cocktails organizados.

Chelsea Clinton, filha de Bill e Hillary Clinton, abrilhantou um debate sobre a filantropia organizada pelo milionário ucraniano Viktor Pinchuk. Falámos com alguns dos participantes.

“A mudança do poder das hierarquias, como os governos, para as pessoas pode ter um efeito muito benéfico na sociedade – mesmo se o mundo é cada vez mais caótico e descontrolado, penso que os cidadãos se tornaram guardiães do seu próprio bem-estar”, diz Alex Roth, conselheiro de Hillary Clinton, secretária de Estado norte-americana.

Já o fundador da World Wide Web, Tim Berners Lee, tem outra ideia: “No Médio Oriente, as pessoas deveriam esforçar-se por conhecer pessoas das culturas de que têm medo, ou que não aprovam, para saberem o que pensam. A longo prazo, o positivo é que as pessoas começam a ficar mais tolerantes, aceitam melhor os outros e vivem em paz.”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy em Davos: Putin é um "predador" e não se contenta com conflitos "congelados"

Macron condena violência e reitera que não vai ceder

Gabriela Bucher: "Não podemos ter pessoas a morrer de fome no século XXI"