EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Transformar os dados gratuitos do Copérnico num negócio rentável

Transformar os dados gratuitos do Copérnico num negócio rentável
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O programa europeu Copérnico fornece gratuitamente dados precisos a partir da observação da Terra. Como transformar estas informações numa oportunidade de negócio? O Business Planet dá-lhe a conhecer

O programa europeu Copérnico fornece gratuitamente dados precisos a partir da observação da Terra. Como transformar estas informações numa oportunidade de negócio? O Business Planet dá-lhe a conhecer o potencial económico do espaço.

Na zona de Roterdão, alguns empresários estão a explorar o imenso potencial do Copérnico, o programa espacial europeu de observação da Terra. Ivo Visser trabalha com um desses empreendedores no setor energético, num país onde parte do território se situa abaixo do nível do mar. Explica-nos que “na Holanda, há terrenos que tendem a deslocar-se, o que é problemático para os gasodutos. O Copérnico permite prever esses movimentos”.

Mapping ups and downs of (almost) whole #Netherlands with our #Sentinel1#InSARpic.twitter.com/S2IsAL4mLT

— Copernicus EU (@CopernicusEU) 3 octobre 2016

Mesmo ao lado de Roterdão, em Delft, uma PME chamada SkyGeo criou uma aplicação com mapas que ilustram o risco de deformação dos terrenos com infraestruturas de fornecimento de gás. Os dados provêm dos satélites Copérnico.

“Temos mapas que mostram a velocidade a que certas ruas e casas de Roterdão estão a ceder. Temos pontos com cores diferentes para representar a rapidez do processo em cada um dos locais”, diz-nos Pieter Bas Leezenberg, o diretor executivo.

Filming new #businessplanet season euronews</a> <a href="https://twitter.com/euronewsbiz">euronewsbizEU_Growth</a> on <a href="https://twitter.com/hashtag/Rotterdam?src=hash">#Rotterdam</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/copernicus?src=hash">#copernicus</a> opportunities for <a href="https://twitter.com/hashtag/SME?src=hash">#SME</a> <a href="https://t.co/iLow4c6Ng9">pic.twitter.com/iLow4c6Ng9</a></p>&mdash; Serge Rombi (SergeRombi) 21 septembre 2016

Copérnico

  • O programa europeu Copérnico fornece dados a partir da observação da Terra. As informações que disponibiliza são gratuitas e de acesso livre.
  • Os dados recolhidos podem ser cruciais no auxílio em caso de catástrofe natural ou crise humanitária, por exemplo.
  • Entre 2014 e 2020, estima-se que os benefícios económicos gerados pelo Copérnico ascendam aos 9 mil milhões de euros.
  • Graças a este programa, têm sido criados cerca de 15 mil postos de trabalho por ano.
  • Até 2020, as vantagens oferecidas aos setores do gás e do petróleo poderão gerar um encaixe de mais de 300 milhões de euros.

Ligações úteis

Segundo Leezenberg, “antes da existência desta empresa, a única forma de identificar um problema relacionado com o deslizamento de terras num gasoduto era enviar duas pessoas para escavar um buraco e fazer uma inspeção visual”.

“Cortar até 90% dos custos”

Esta aplicação pode ser utilizada em diversos setores: petrolífero, mineiro, ferroviário ou na gestão de barragens. A empresa conta com cerca de duas centenas de clientes no mundo inteiro. Há já duas filiais, em Houston e São Francisco. O objetivo para 2017 é multiplicar o volume de negócios por 3. “O Copérnico capta imagens de radar de várias partes do mundo. Isso permite-nos tornar este produto pertinente em qualquer lado que seja”, salienta Leezenberg.

“Podemos reforçar a segurança da nossa infraestrutura e, em certos casos, cortar até 90% dos custos”, acrescenta Ivo Visser.

Os dados recolhidos pelo programa Copérnico são gratuitos e de acesso livre. Uma oportunidade de negócio, portanto, que se traduz também nos cerca de 15 mil postos de trabalho que tem ajudado a criar anualmente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Adesão à União Europeia ajuda as empresas a pensarem em grande e a crescerem

O que é que acontece quando um setor é inundado por importações baratas?

UE aposta no hidrogénio verde para reduzir as emissões de CO2 da indústria pesada