EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Adesão à União Europeia ajuda as empresas a pensarem em grande e a crescerem

Em parceria com The European Commission
Adesão à União Europeia ajuda as empresas a pensarem em grande e a crescerem
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Andrea BolithoEuronews
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Este ano assinala-se o 20º aniversário do maior alargamento da UE até à data, um ponto de viragem política que abriu caminho a milhares de empresas.

Este ano celebra-se o 20º aniversário do maior alargamento de sempre da Europa, uma transformação política que permitiu a criação de milhares de empresas nos dez novos países.

Entre estas empresas está a letã MADARA Cosmetics, que vende produtos orgânicos de cuidados de pele e maquilhagem, e que optou por concentrar-se na natureza nórdica para a pesquisa dos seus ingredientes.

“Fazer parte ds União Europeia definiu, desde o primeiro dia, o pensamento dos fundadores desta empresa. Sabíamos que esta ia ser uma empresa global”, disse a CEO da MADARA Cosmetics, Gunta Šulte, à Euronews.

Seiva de bétulas é um dos ingredientes utilizados

A MADARA Cosmetics foi fundada há 18 anos num pequeno apartamento por um grupo de pessoas e encontra-se sediada na capital da Letónia, Riga. Desde então, as plantas e árvores locais têm fornecido alguns dos principais ingredientes. A seiva de bétulas, por exemplo, é um dos ingredientes naturais utilizados pela empresa.

"A minha preferida é a água de bétula porque, tal como bater na água de bétula, é uma tradição nórdica muito particular. Quando fizemos o estudo celular, apercebemo-nos de que a água de bétula tem efeitos semelhantes aos das células da pele", afirmou o cofundador da MADARA Cosmetics, Lotte Tisenkopfa-Iltnere, em entrevista à Euronews.

Integrar o mercado único europeu influencia todos os aspetos do negócio da MADARA Cosmetics, desde a internacionalização à embalagem. "É muito mais fácil exportar, fazer comércio e celebrar acordos porque a regulamentação dos cosméticos é homogénea em toda a União Europeia. Dá-nos menos trabalho a nível da rotulagem, do departamento jurídico, do departamento de qualidade... Imagino a dificuldade que seria se cada país tivesse uma regulamentação diferente", acrescentou Tisenkopfa-Iltnere.

De modo a compreender como é que integrar a União Europeia altera o funcionamento das empresas, a Euronews visitou a sede da empresa em Riga. Segundo a CEO da MADARA Cosmetics, “A União Europeia elimina a barreira das fronteiras físicas ou os obstáculos físicos ao fluxo de mercadorias. Por isso passamos a pensar globalmente desde o primeiro dia”.

A MADARA Cosmetics expandiu-se pela Europa e, através do comércio eletrónico, começou a exportar para diveros países. Nos últimos anos, a empresa tem assistido a uma procura crescente nos mercados ocidentais e tem vindo a crescer, particularmente, emFrança e na Alemanha. No ano passado, abriu, inclusive, mais de 200 novos espaços em França.

O crescimento da União Europeia

Os dez países que aderiram à União Europeia em 2004 registaram um crescimento económico susbtancial. A UE continua a procurar expandir-se, tendo a Bulgária e a Roménia aderido em 2007 e a Croácia em 2013. O estatuto de candidato foi concebido a mais nove países, incluindo a Albánia, a Sérvia e a Ucrânia.

A República Checa foi outro país membro da "classe de 2004" e o distribuidor de energia fotovoltaica Raylyst Solar, sediado em Praga, é a empresa que revela um crescimento mais rápido na Europa, segundo a lista FT 1000 deste ano. Já a Alemanha é atualmente o maior mercado da Raylyst.

Partilhe esta notícia