Reino Unido prepara economia para o "Brexit"

Reino Unido prepara economia para o "Brexit"
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Reino Unido vai adotar uma política intervencionista para equilibrar a sua economia, fortemente baseada nos serviços, na era após a saída da União europeia.

PUBLICIDADE

O Reino Unido vai adotar uma política intervencionista para equilibrar a sua economia, fortemente baseada nos serviços, na era após a saída da União europeia.

A primeira-ministra, Theresa May, anunciou, esta segunda-feira, a nova política, a que chamou de “estratégia Industrial Moderna”, que tem como objetivo desenvolver os setores-chave da indústria, de modo a reativar a produção industrial e estimular o desenvolvimento tecnológico e científico.

Launching the Modern #IndustrialStrategy, Cabinet met in Daresbury to discuss driving growth to build an economy that works for everyone. pic.twitter.com/tQghruBKqm

— UK Prime Minister (@Number10gov) January 23, 2017

Dias antes, o ministro britânico das Finanças advertiu o bloco europeu que o Reino Unido vai encontrar novas formas para se manter competitivo, após o Brexit.

Philip Hammond ressalvou, no entanto, que o Governo prefere manter essa competitividade na mesma linha europeia e com acesso aos mercados europeus.

Theresa May pediu aos empresários que trabalhem em conjunto de modo a enfrentar os desafios específicos da indústria, citando exemplos de colaboração bem-sucedida que ajudaram a atrair investimentos estrangeiros como o da fabricante de automóveis Nissan ou da empresa aeroespacial BAE System.

Em troca, o Executivo de Londres compromete-se com “acordos setoriais”, sobre barreiras regulatórias, e a analisar como acordos comerciais e de investimento podem ser utilizados para aumentar as exportações.

#IndustrialStrategy to drive growth across UK. New investment in infrastructure & research will boost prosperity: https://t.co/hygKPXRWLTpic.twitter.com/VblOUeHBU4

— Dept for BEIS (@beisgovuk) January 23, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Preço do azeite sobe mais de 50% num ano na UE, Portugal registou o maior aumento

O preço do amor: porque sai tão caro encontrar alguém?

A guerra entre Israel e o Hamas está a afetar a economia israelita