EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Davos: Emmanuel Macron quer "Fazer o Planeta Grande outra vez"

Davos: Emmanuel Macron quer "Fazer o Planeta Grande outra vez"
Direitos de autor REUTERS/Ludovic Marin
Direitos de autor REUTERS/Ludovic Marin
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Emmanuel Macron é definitivamente um dos principais oradores de Davos. Desde que Donald Trump decidiu retirar os Estados Unidos do acordo de Paris, o presidente francês tenta assumir a liderança da questão das alterações climáticas com o seu lema: "Fazer o Planeta Grande outra vez".

PUBLICIDADE

Voltamos a Davos, na Suíça, onde a enviada da euronews, Sasha Vakulina, está a acompanhar o Fórum Económico Internacional. Hoje é o dia Europa.

Segundo a sua equipa, o presidente francês, Emmanuel Macron, está em Davos para "propor a sua visão internacional para o futuro mundo".

Esse será o seu primeiro discurso no Fórum desde que foi eleito em maio.

No mesmo dia discursa com Angela Merkel. Ele está aqui para reafirmar o seu compromisso de reformar a União Europeia.

Emmanuel Macron é, definitivamente, um dos principais oradores de Davos.

Desde que Donald Trump decidiu retirar os Estados Unidos do acordo de Paris, o presidente francês tenta assumir a liderança da questão das alterações climáticas com o seu lema: "Fazer o Planeta Grande outra vez.

Sobre esse assunto, entrevistamos a diretora executiva da Greenpeace International, Jennifer Morgan: "É muito bom que o presidente Macron esteja lá, mas ele tem de fazer mais em casa. Tem de transformar a Economia de França numa economia renovável e, de seguida, tem de trabalhar com a chanceler Merkel, e outros líderes europeus, para que a Europa seja "Grande outra vez" nas questões sobre as alterações climáticas porque a Europa tem sido um pouco tímida em relação ao clima e precisamos dela para avançar e motivar, em particular com a presidência Trump."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A grande visão de Macron para a Europa

Zelenskyy em Davos: Putin é um "predador" e não se contenta com conflitos "congelados"

Macron condena violência e reitera que não vai ceder