Patrão da Starbucks abandona a empresa

Patrão da Starbucks abandona a empresa
Direitos de autor REUTERS/David Ryder/File photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Após ter feito crescer a rede de lojas de cafés de 11 para mais de 28 mil, em 77 países, Howard Schultz anunciou a saída e pondera dedicar-se ao serviço público dos EUA. Candidatura presidencial pode ser o próximo desafio.

PUBLICIDADE

Howard Schultz, o presidente executivo da Starbucks vai abandonar o cargo.

Após ter estado 36 anos aos comandos da empresa e de ter feito crescer a rede de lojas de cafés de 11 para mais de 28 mil, em 77 países, Schultz anunciou a saída e pondera dedicar-se ao serviço público dos Estados Unidos da América.

Numa entrevista ao jornal New York Times, o ainda presidente da Starbucks não colocou de parte uma possível candidatura às eleições presidenciais de 2020. Com 64 anos, diz estar preocupado com a divisão interna do país e da imagem que se passa para o exterior.

Howard Schultz tem, segundo a revista Forbes, uma fortuna avaliada em mais de dois mil milhões de dólares, é próximo do partido Democrata e em 2016 apoiou Hillary Clinton na corrida presidencial.

O sucessor de Howard Schultz já está escolhido. Myron E. Ullman, o antigo presidente da J. C. Penney, assume funções já no final de junho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Howard Schulz e o lado "humilde" da Starbucks em Milão

Preço do azeite sobe mais de 50% num ano na UE, Portugal registou o maior aumento

O preço do amor: porque sai tão caro encontrar alguém?