EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Hong Kong enfrenta recessão

Hong Kong enfrenta recessão
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Turismo e comércio são os setores mais afetados

PUBLICIDADE

Após cinco meses de protestos nas ruas, Hong Kong enfrenta agora uma recessão e não deverá regressar ao crescimento este ano.

O número de turistas caiu 5% em julho e quase 40% em agosto. Os números para setembro e outubro ainda não são conhecidos, no entanto, a crescente violência dos protestos não faz antever nada de positivo.

Na semana passada o governo de Hong Kong anunciou um pacote equivalente a 12 milhões de dólares norte-americanos de subsídios para a indústria turística, linhas aéreas e comércio, os setores mais afetados desde o início dos protestos.

Ao abrigo deste programa, cada agência turística receberá vários incentivos monetários a fim de estimular o setor.

A implementação do programa está prevista para começar em novembro prolongando-se até maio março do próximo ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jornada de confrontos em Hong Kong

Elon Musk obtém apoio dos acionistas para um pacote salarial de 52 mil milhões de euros

China já reagiu a decisão de União Europeia sobre tarifas nos carros elétricos