Eurogrupo aprova linhas de crédito aos países afetados pela pandemia

Eurogrupo aprova linhas de crédito aos países afetados pela pandemia
Direitos de autor Michael Probst/The Associated Press
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Empréstimos podem ser de até 2% do Produto Interno Bruto.

PUBLICIDADE

Os países da zona euro atingidos pela pandemia do coronavírus vão ter acesso a linhas de crédito a bom preço, através do Mecanismo Europeu de Estabilidade e que vão poder ser utilizadas até ao final de 2022.

Foi esse o acordo a que ministros das Finanças do conjunto de países chegaram, na reunião desta sexta-feira. Os empréstimos podem ser de até 2% do Produto Interno Bruto.

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, explicou: "Os Estados-Membros que solicitem apoio têm de se comprometer a utilizar este instrumento para financiar os custos internos diretos e indiretos relacionados com a cura, prevenção e cuidados de saúde relacionados com a Covid 19. Não há outros condicionamentos associados à utilização deste mecanismo".

Estima-se que a epidemia cause danos quase inéditos nas economias europeias, com fortes descidas no PIB e um grande impacto no mercado de emprego. Ainda é cedo para prever um panorama completo dos efeitos económicos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eurogrupo escolhe líder entre socialista, liberal e conservador

Sucessores de Centeno apresentam candidaturas

Mercedes-Benz recolhe 250 000 veículos devido a risco de incêndio