EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Turismo na Europa em debate na Euronews

Turismo na Europa em debate na Euronews
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Da crise de confiança às abordagens em comum para dinamizar o setor turístico este verão.

PUBLICIDADE

Com o verão à porta e o desconfinamento a dominar a atualidade, a Euronews acolheu um debate virtual sobre os modelos possíveis de turismo neste contexto. No fundo, como serão as nossas férias numa altura em que há países a adotar medidas unilateralmente.

Eduardo Santander, da European Travel Commission, que reúne vários organismos de turismo, salienta que "esta não é apenas uma crise sanitária, mas também uma crise de confiança. As pessoas não sabem exatamente onde podem ir, como podem ir, que tipo de medidas devem respeitar. Há uma grande confusão".

Já Matthew Baldwin, da Direção de Transportes e Mobilidade da Comissão Europeia, refere que "há uma abordagem comum em termos de levantamento de restrições nas fronteiras. Nem tudo tem de ser absolutamente harmonizado. É importante fazer o máximo possível em conjunto para trazer de volta a confiança do público e dar garantias aos operadores turísticos".

E a secretária de Estado do Turismo de Portugal, Rita Marques, destaca "três grandes áreas nas quais devemos trabalhar em conjunto. É necessária mais informação sobre o que se passa na Europa. Cada Estado-membro faz o seu melhor, mas é preciso haver uma abordagem coordenada. A mobilidade é também um aspeto essencial para a retoma da atividade turística. E, por último, é vital financiar o setor do Turismo".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Retoma no turismo exige mais dinheiro e coordenação

Microsoft compromete-se a investir 4,3 mil milhões de dólares em França

Perspetivas económicas da OCDE: Crescimento global estável esperado para 2024 e 2025