EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Airbus altera contratos para por fim a diferendo com OMC

Airbus altera contratos
Airbus altera contratos Direitos de autor ..
Direitos de autor ..
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Comissão Europeia exige suspensão de "tarifas injustificadas" dos EUA

PUBLICIDADE

A Airbus anunciou, esta sexta-feira, que chegou a acordo com os Governos de Espanha e França para alterar alguns contratos de modo a eliminar os subsídios considerados ilegais pela Organização Mundial do Comércio.

O objetivo é colocar fim a um diferendo com os Estados Unidos da América de modo a suspender tarifas impostas à União Europeia.

As partes envolvidas aceitaram alterar os chamados contratos RLI relativos ao programa A350, de modo a estarem em conformidade com os parâmetros da OMC.

A medida foi bem recebida em Bruxelas. Numa declaração, divulgada nas redes sociais, o comissário europeu do comércio, Phil Hogan, afrimou que a Comissão Europeia exige o levantamento de imediato das "tarifas injustificadas" a produtos europeus. Caso contrário, a União Europeia "fará uso pleno dos seus próprios direitos de sanção".

Em outubro, do ano passado, a Organização Mundial do Comércio autorizou que os Estados Unidos aplicassem tarifas adicionais no cerca de 6 mil e 500 milhões de euros a produtos europeus, como retaliação das ajudas do bloco europeu à fabricante de aeronaves Airbus.

Bruxelas ameaça adotar medidas semelhantes, caso obtenha a aprovação da OMC, uma vez que Washington foi, também, considerado culpado por apoiar a Boeing.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Airbus avisa que haverá despedimentos caso crise no setor não melhore

Elon Musk obtém apoio dos acionistas para um pacote salarial de 52 mil milhões de euros

China já reagiu a decisão de União Europeia sobre tarifas nos carros elétricos