EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Economia alemã pressionada pelo espectro de contração

Consumidores estão a sentir a pressão da economia.
Consumidores estão a sentir a pressão da economia. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cenário não é o mais animador para a maior economia da zona euro.

PUBLICIDADE

A Alemanha deverá ser a única economia do G7 a registar uma contração em 2023, encolhendo 0.3%, de acordo com as previsões do Fundo Monetário Internacional.

A crise energética e a baixa procura por produtos alemães por parte da China são algumas das causas apontadas pelo executivo.

"Primeiro, a indústria alemã estava altamente dependente das importações de energia da Rússia, especialmente do gás. Outras regiões não tinham esse problema, certamente não os EUA, mas também o Reino Unido ou Espanha. Praticamente não tinham gás russo. Nós tivemos de substituí-lo com preços mais altos. É por isso que temos preços de energia mais altos. Essa é a consequência da perda de gás russo”, explicou Robert Habeck, ministro da Economia da Alemanha.

O cenário não é o mais animador para a maior economia da zona euro.

Mas há sinais de algum otimismo, ainda que moderado, em relação à inflação. Terá voltado a abrandar em julho, para 6,2%, de acordo com a estimativa rápida divulgada na sexta-feira pelo gabinete de estatísticas alemão, Destatis.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Relatório revela que mercado alemão continua a ser o que enfrenta mais dificuldades na Europa

Economia da Zona Euro volta a crescer, com Portugal acima da média

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?