EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Marraquexe acolheu reunião anual do FMI e do Banco Mundial

Marraquexe acolheu reunião anual do FMI e do Banco Mundial
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Apostolos Staikoseuronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois de ter atravessado momentos dramáticos devido ao terramoto, Marrocos acolheu a reunião anual do FMI e do Banco Mundial.

PUBLICIDADE

Após o devastador terramoto de Al Haouz, a 8 de setembro, as autoridades levantaram a hipótese de mudar o local do encontro. Mas, finalmente, as duas instituições consideram que era possível manter o que estava previsto. O evento reuniu mais de 10 mil pessoas em Marraquexe.

"Ao longo das últimas quatro semanas, vimos que as autoridades e a sociedade civil em Marrocos foram capazes de recuperar muito rapidamente: era algo que queríamos sublinhar com a realização destas duas reuniões anuais. Tivemos a oportunidade de visitar a zona afetada e é muito impressionante. Vimos estudantes a regressar às escolas. De diferentes formas, estão a estudar novamente" , afirmou Jihad Azour, diretor do departamento do Médio Oriente e Ásia Central do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Marrocos recebeu 11 milhões de turistas em 2022

Marrocos é um dos principais destinos turísticos do mundo. Em 2022, o país recebeu cerca de 11 milhões de turistas. Cerca de 550 mil pessoas trabalham no sector do turismo, o que representa 15% da população ativa.

O país receava que o terramoto pudesse reduzir o fluxo de turistas. Mas, os números do governo indicam que mais de 960 mil turistas visitaram Marrocos durante em setembro. Um crescimento de 7% em comparação com o mesmo mês do ano passado.

"É crucial comunicar ao mundo que a situação está mais do que controlada, que estamos de volta à vida normal. Temos estado a monitorizar as reservas e os cancelamentos e, francamente, saímo-nos muito bem. Os turistas que estavam em Marrocos nessa altura começaram a partilhar nas redes sociais os seus testemunhos sobre a situação real e isso ajudou-nos muito a mostrar o que estava realmente a acontecer em Marraquexe", disse Fatim-Zahra Ammor, ministra do turismo de Marrocos.

Marrocos acolhe Mundial de Futebol, com Espanha e Portugal, em 2030

O país ambiciona duplicar o número de turistas até 2030, ano em que acolherá o Campeonato do Mundo de Futebol, juntamente com Espanha e Portugal.

“Acreditamos num futuro brilhante para o turismo em Marrocos. Temos um grande objetivo : duplicar o número de turistas em Marrocos até 2030, ou seja, chegar aos 26 milhões de visitantes. Estamos a reorientar a nossa oferta para certas experiências, como a praia e o sol, as ondas do mar, a cultura ou a gastronomia. A oferta é construída em torno de experiências e não dos destinos”, frisou a ministra do turismo.

Marrocos acolheu, este ano, 11,1 milhões de turistas. Um aumento em relação a 2022.

"A minha mãe disse-me que é o país mais bonito que visitou. Eu queria ver com os meus próprios olhos. É lindo, só cá estive um dia. Aterrámos em Fes e fomos imediatamente para Casablanca, para um belo restaurante com dançarinas do ventre e música ao vivo. Depois viemos diretamente para aqui no dia seguinte. É movimentado, animado, cheira bem, adoro este sítio, é realmente fantástico!”, contou Anne Sars.

"As pessoas são muito simpáticas desde o momento em que chegámos. Ajudaram-nos, explicaram-nos tudo. A comida tem sido deliciosa. Toda a cultura é muito diferente do estilo de vida europeu, mas tão fascinante, tão agradável, até agora tudo bem", afirmou Christina Spann.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia: Turismo mantém-se apesar dos sismos

O Fórum Energético de Baku centra-se no crescimento económico e na transição para as energias limpas

Apela a uma resposta global unificada à remoção de minas na conferência de Azerbaijão